Encantada com a Travessia dos Lagos Andinos

11
jun
DSC_0855

Gente, se você está planejando fazer uma viagem pela America do Sul, vou te dar uma dica>não deixa de fazer a travessia dos Lagos Andinos, Uui!! É bom demais!!! A paisagem ?? Coisa de cartão postal.

Vamos vê as fotos…..depois deixe seu comentário,  tenho quase certeza que você vai amar!!

Fiz a travessia do Chile para Argentina > Saímos de Porto Varas rumo a nossa querida cidade dos brasileiros Bariloche….Amei!! top, top. A viagem foi feita em sete etapas ( 4 terrestre e 3 lacustres)

Pense no astral, tudo começando. Só love!!

Pense no astral, tudo começando. Só love!!

Onde tudo começou Porto Varas.

Onde tudo começou Porto Varas.

Eitaaa frio!!! Mas a paisagem é bonita.

Eitaaa frio!!! Mas a paisagem é bonita.

Tinha que mostrar esta árvore, gente é linda demais.

Tinha que mostrar esta árvore ……gente é linda demais!!

ooooooo

Obesa de tanta roupa, estava muito frio.

Eu e meu maridão, grande amor de my life.

Eu e meu maridão, grande amor de my life.

Meu Cowboy!!

Meu Cowboy!!

Conhecemos pessoas maravilhosas, ao lado esquerdo um casal Australiano e a direta dois argentinos

Conhecemos pessoas maravilhosas, ao lado esquerdo um casal Australiano e a direta os argentinos.

Entre altas montanhas de pico nevado e lagos de águas glaciais,  os impressionantes Saltos de Petrohué, uma sequência de quedas d’água de tons azulados que rasgam rochas vulcânicas localizadas no interior do Parque Nacional Vicente Pérez Rosales, o mais antigo do Chile; o Osorno, um vulcão adormecido a 2662 metros de altitude entre bosques  e Lagos. Maravilhas da natureza que não esquecerei jamais.  E você, programe um tempo para conhecer essas paisagens pitorescas e inesquecíveis.

Vulcão Osorno ao fundo, lindo!!

Vulcão Osorno ao fundo, lindo!!

Seja em direção a Bariloche ou no circuito contrário, o trajeto completo dura um dia inteiro ou dois com um pernoite na minúscula Peulla, no Chile um  vilarejo de apenas 120 habitantes.

    Dormir naquela comunidade rural que se encontra isolada sem acesso por terra, em plena cordilheira dos Andes, foi uma das experiências mais fascinantes do roteiro. Beber um vinho com a pessoa amada, neste lugar isolado  de tudo e romântico como esse não tem preço !!

Peulla é a última parada antes da fronteira com a Argentina, uma viagem terrestre de duas horas por florestas patagônicas até Puerto Frías, de onde o viajante volta  as águas geladas da região sobre o Lago Frías até Puerto Alegre com o vulcão Tronador como principal cenário natural. Dali, Puerto Blest e Puerto Pañuelo são os próximos destinos aos quais se chegam também por vias lacustres.

Já no final do dia, uma viagem pelos 25 km que separam Puerto Pañuelo, um pequeno porto localizado no interior do Parque Nacional Nahuel Huapi, e Bariloche anuncia o fim da aventura.

As navegações lentas por terras distantes paralisam até o viajante mais experiente (e não estamos falando apenas do vento congelante do lado de fora da embarcação). É apenas MARAVILHOSO !!

1397492722584

SERVIÇO

Quando ir
As saídas de Porto Montt, Porto Varas e Bariloche acontecem durante todo o ano. De setembro a 30 de abril, a viagem pode durar um dia ou mais, de acordo com a escolha do passageiro. Já nos meses de outono e inverno (entre maio e final de agosto), é obrigatório o pernoite em Peulla.

Onde ficar
Quem se hospeda em Peulla conta com apenas duas opções de hospedagem: o Peulla (www.hotelpeulla.cl), cujo dono foi ninguém menos do que Ricardo Roth, o pai da travessia andina que, em 1913, comprou o hotel de 1896 de uma empresa afetada pela crise econômica causada pela Primeira Guerra Mundial; e o Hotel Natura (www.hotelnatura.cl), um quatro estrelas localizado na margem mais ocidental do lago Todos los Santos e com quartos com amplas janelas com vistas para o Cerro Techado.

ooo

Paisagem bela.

Amor, acho que essa é a palavra.

Amor, acho que essa é a palavra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *